Rubis-de-Moçambique

A empresa mineira Gemfields alcançou um novo valor recorde em leilões de pedras preciosas, graças a rubis extraídos do subsolo de Moçambique que foram licitados por 54,8 milhões de dólares (48,9 milhões de euros), anunciou a firma.

“Alcançar 54,8 milhões de dólares em receitas é um recorde histórico para leilões da Gemfields e representa um crescimento de 24% em relação ao recorde anterior”, anunciou a empresa na quinta-feira.

A firma sublinhou que todos os lucros do leilão serão repatriados para Moçambique, com ‘royalties’ e impostos pagos ao governo.

Os “preços alcançados” combinados com “a alta percentagem de produtos vendidos” reforçam a confiança da Gemfields num “aumento contínuo da procura por rubis moçambicanos”, acrescentou.

Este foi o oitavo leilão de rubis de Moçambique feito pela empresa desde junho de 2014, com uma receita acumulada de 280 milhões de dólares (250 milhões de euros).

A Gemfields detém 75% das ações da Montepuez Ruby Mining, que atua no norte de Moçambique, sendo os outros 25% propriedade da moçambicana Mwiriti.

Fonte: Lusa

Anúncios