O filho do antigo líder da Al-Qaeda anda a gravar mensagens audio em sites jihadistas onde apela ao martírio e sacrifício em nome da guerra contra os infiéis.

Bin_laden_filho

Hamza bin Laden, de 28 anos, filho de Osama Bin Laden (morto pelas forças norte-americanas), está a seguir as pisadas do pai. Segundo o jornal The Washington Post, começaram a aparecer em sites jihadistas, há duas semanas, gravações com a voz de Hamza a apelar aos combatentes para “infligirem perdas terríveis aos infiéis”. “Sigam as pisadas dos que buscaram o martírio antes de vós!”, apelou Hamza, numa voz cujo tom lembra o do pai Osama, refere o artigo.

Uma das gravações, de 13 de maio, foi colocada num desses sites jihadistas apenas duas semanas antes do atentado suicida de segunda-feira em Manchester, Inglaterra. Essa mensagem inclui um apelo específico à realização de ataques a cidades na Europa e nos Estados Unidos para vingar as mortes das crianças sírias em raides aéreos.

O Washington Post adianta ainda que estas gravações são a prova de que a Al-Qaeda está a iniciar um novo capítulo da sua história, mais violento e sangrento, garantem peritos em terrorismo ouvidos pelo jornal norte-americano.

Anúncios