Ungulani-Ba-Ka-Khosa

Escritor Ungulani Ba Ka Khosa

Foi lançada esta quinta-feira, 13 de Abril, em Maputo, o obra literária “Cartas de Inhaminga”, do escritor moçambicano Ungulani Ba Ka Khosa. O livro, que conta com o apoio da mcel-Moçambique Celular, é chancelado pela Alcance Editores.

Apresentada na cerimónia pelo também escritor Marcelo Panguana, a obra reúne 19 crónicas escritas no passado por Ungalani Ba Ka Khosa para diversos jornais baseados na cidade de Maputo.

No entanto, o título foi escolhido pelo autor para render homenagem à sua terra natal, Inhaminga, na província de Sofala. Aliás, conforme explicou Ungulani Ba Ka Khosa, “as Cartas de Inhaminga constituem pequenos apontamentos sobre o meu olhar ao País, o que de bom e de mau teve”.

Contextualizando, o autor referiu que “o grosso dos textos emerge na chamada Segunda República, depois de aprovada a segunda constituição nos anos 90”.

“Foi a partir deste momento histórico em que, com a liberdade de expressão, tivemos a oportunidade de manifestar e exercer a nossa cidadania”, explicou.

Ungulani Ba Ka Khosa aproveitou a ocasião do lançamento das “Cartas de Inhaminga” para endereçar os seus agradecimentos aos patrocinadores do livro, em particular à mcel.

“A mcel tem dado um apoio muito grande às artes e à literatura em particular. Nós agradecemos a esta grande companhia por olhar para a cultura moçambicana com muito carinho”, manifestou.

O presidente do Conselho de Administração da mcel, Teodato Hunguana, disse, por sua vez, que a operadora de telefonia móvel patrocina e continuará a prestar apoio aos grandes e importantes autores da literatura moçambicana, como é o caso de Ungulani Ba Ka Khosa.

“Este patrocínio, em particular, fizemos com muita convicção, muito prazer e com muita certeza de que estamos a apoiar algo que vale a pena”, referiu o PCA, garantindo que a “mcel também valoriza-se ao patrocinar um escritor com a qualidade de Ungulani”.

“Esta sempre foi a vocação da mcel e espero que no futuro esta marca continue ligada a esta inclinação que se enraizou na sua existência, de prestar apoio à cultura e outras iniciativas que enaltecem a nossa moçambicanidade”, manifestou.

De seu nome verdadeiro Francisco Esaú Cossa, Ungulani Ba Ka Khosa nasceu em 1957 em Inhaminga, província de Sofala. Actualmente desempenha as funções de Secretário Geral da Associação dos Escritores Moçambicanos – AEMO.

Anúncios