gorongosa_por_do_sol

Por do sol no Parque Nacional da Gorongosa

Os investimentos no sector do turismo em Moçambique atingiram 107,8 milhões de dólares em 2016, uma quebra de 44,1% relativamente ao valor contabilizado em 2015, anunciou segunda-feira em Maputo o ministro da Cultura e Turismo, Silva Dunduro.

O ministro, no decurso de um encontro para anunciar a campanha de Boas-Vindas da Páscoa, destinada aos turistas na sua maior parte idos da África do Sul, disse que Moçambique recebeu no ano passado 1,71 milhões de turistas, número que representa um acréscimo de 5% comparativamente com 2015.

O ministro salientou ter o governo aprovado, recentemente, facilidades na entrada de turistas em Moçambique, como a abertura de mais 18 postos fronteiriços habilitados a emitir o visto de fronteira, bem como a concessão do visto de turista com duas entradas por um período de 30 dias e o alargamento do horário de funcionamento de alguns desses postos.

Os principais emissores internacionais de turistas para Moçambique são a Alemanha, Reino Unido, Portugal, Estados Unidos da América, Holanda, França, Itália e nos países emergentes a Índia, Paquistão, Brasil e China, que em conjunto representaram 80% do total em 2016.

Os principais países emissores do turismo regional para Moçambique são a África do Sul, Zimbabué, Malaui e Suazilândia, que representaram 64% do total de turistas africanos que entraram no país.

Fonte: Macauhub

Anúncios