Dolares_falsos_crime

Um cidadão de nacionalidade portuguesa foi detido na posse de 5.700 dólares falsos junto à fronteira de Machipanda, que divide Moçambique e Zimbabwe, disse na passada quinta-feira à Lusa fonte da Polícia de Manica, centro do país.

“O português de 53 anos, natural de Guimarães, e residente na Beira, a segunda maior cidade de Moçambique, foi detido na quarta-feira, transportando o valor numa bolsa, após uma operação de busca dos serviços de migração, explicou Elsidia Filipe, porta-voz do comando da Polícia de Manica.

“Estamos perante um crime de falsificação de moeda, pois este cidadão português foi detido na posse de 57 notas de 100 dólares norte-americanos falsos. Ele foi descoberto do lado moçambicano na fronteira entre Moçambique e Zimbabwe”, disse Elsidia Filipe, acrescentando que o mesmo está detido no comando distrital da Polícia de Manica. O gerente de uma firma do ramo de comércio na Beira, explicou a Polícia, tem frequentes movimentos para o Zimbabwe, um país que adoptou o uso do dólar norte-americano após uma crise económica em 2008, que resultou de uma frustrada reforma agrária.

“Este caso de flagrante delito ainda está em investigação” precisou Elsidia Filipe, afiançando que um processo-crime já foi instaurado. Ainda segundo a polícia, este não é o primeiro caso de detenção e apreensão de moeda falsa este ano em Manica, tendo já sido desmantelado um grupo de jovens que tentava trocar centenas de notas de 1.000, em moeda moçambicana.

Fonte: Lusa

Anúncios