societe_generale_banco

O grupo bancário francês Société Générale pretende expandir os negócios em Moçambique, nomeadamente no centro e norte do país, disse quinta-feira em Maputo o director-adjunto de banca internacional e responsável do grupo para África, no decurso da inauguração da nova sede do banco em Maputo.

Alexandre Maymat disse ainda que o grupo quer apostar nas cidades da Beira, centro do país, e Nampula e Pemba, norte, tendo-se referido à banca móvel como a solução adoptada para levar serviços bancários aos pontos mais remotos de Moçambique.

O administrador-delegado do Société Générale Moçambique, Laurent Thong Vanh, referiu que o objectivo do grupo é concentrar a actividade em Moçambique aos segmentos de banca para empresas e de investimento, áreas em que considera ter vantagem competitiva devido à reputação e estabilidade do grupo a nível mundial.

Em comunicado enviado à macauhub, o grupo bancário afirma que, com a inauguração da nova sede, confirma o seu compromisso com Moçambique, o primeiro país de língua oficial portuguesa em África onde investiu.

O grupo francês entrou em Moçambique em 2015 quando concluiu o processo de aquisição de uma participação de 65% do capital social do Mauritius Commercial Bank Moçambique (MCBM), instituição que passou a denominar-se Société Générale Moçambique.

O banco Société Générale Moçambique é uma das instituições que no país fornece aos seus clientes empresariais a possibilidade de pagarem as encomendas que efectuam junto de empresas da China directamente em renminbis, a moeda nacional chinesa.

Fonte: Macauhub

Anúncios