maputo_acacia_predios

Cidade de Maputo/Foto EGMatos

A embaixada dos EUA em Maputo anunciou, esta sexta-feira, um apoio de 37,2 milhões de dólares (cerca de 35 milhões de euros) para políticas de melhoria do ambiente de negócios e crescimento económico em Moçambique. Em nota enviada à Lusa, a embaixada norte-americana refere que a verba vai financiar intervenções destinadas à melhoria do ambiente de negócios para o setor privado que opera na agricultura, comércio, energia, água e conservação da biodiversidade.

A ajuda, prossegue o comunicado, insere-se no projeto “Facilitando o Ambiente de Negócios para o Crescimento Económico de Moçambique” (SPEED+), que será lançado na próxima segunda-feira na capital moçambicana.

No relatório “Doing Business” que o Banco Mundial divulgou em outubro do ano passado, Moçambique caiu três posições para o lugar 137, num total de 190 países avaliados.

Em dois anos, Moçambique recuou oito posições no estudo, que, na sua última edição, concluiu ter havido uma regressão em praticamente todos os aspetos analisados

O peso da burocracia e os constrangimentos logísticos são frequentemente apontados pelos empresários como os principais óbices aos negócios em Moçambique.

Fonte: Lusa

Anúncios