barack_obama_michelle_obama_dezembro_2016

O casal Obama/HUGH GENTRY-REUTERS

O que vai fazer Barack Obama depois de deixar a Casa Branca é ainda um mistério, mas já existem várias propostas para o caso de Obama estar a pensar em candidatar-se a um outro emprego assim que a 21 de janeiro Donald Trump tomar posse como novo presidente dos Estados Unidos. A mais recente veio pela mão do diretor do Spotify, Daniel Ek, que esta segunda-feira veio anunciar que está à procura de um “presidente das playlists”.

Tal como em qualquer vaga de emprego, este também tem uma série de requisitos: “pelo menos oito anos de experiência a governar uma nação altamente conceituada”, “ter boas relações com artistas e músicos”, “ter tido Kendrick Lamar a cantar na festa de aniversário” e “um Prémio Nobel da Paz”. Ora quem melhor do que Obama encaixa perfeitamente neste perfil?

Segundo o jornal espanhol El Mundo, a “proposta de emprego” surge depois de há alguns dias, num dos últimos jantares organizados por Barack Obama na Casa Branca, o ainda presidente ter recordado (em tom de brincadeira) o antigo embaixador norte-americano na Suécia, Mark Brzezinski, de “ainda estar à espera” que o Spotify – empresa sueca líder mundial em streaming – lhe oferecesse um emprego.

Durante dois verões consecutivos, Barack Obama terá revelado playlists de músicas para se ouvir nas férias no Spotify, revelando um claro gosto por soul clássico e jazz.

Se decidir aceitar o cargo, Barack Obama ficará responsável por projetar mais playlists para diversas ocasiões como “jogar basquetebol com os amigos” ou “preparar um discurso para o programa de saúde com o seu nome [ObamaCare]”.

Anúncios