hamsa_bin_laden

O Departamento de Estado norte-americano incluiu hoje na sua lista negra de terroristas Hamsa bin Laden, um filho do antigo líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, por se ter convertido num membro da organização do seu pai.

Em resultado dessa decisão, Hamsa bin Laden fica sujeito a sanções que o impedem de realizar quaisquer transações com indivíduos nos Estados Unidos, assim como o património que eventualmente possa ter no país fica bloqueado, indicou o Departamento de Estado através de um comunicado, citado por agências internacionais.

A administração norte-americana assegura que em 14 de agosto de 2015 “Hamsa bin Laden, filho de Osama bin Laden, foi oficialmente anunciado como um membro oficial da Al Qaeda”, pelo egípcio Ayman al Zawahiri, sucessor de Osama bin Laden à frente da organização.

Osama bin Laden foi morto por forças especiais dos Estados Unidos em maio de 2011 em Abottabad, no Paquistão.

Fonte: Lusa

Anúncios