Um novo leilão realizado pela Gemfields em Singapura para a venda de rubis extraídos em Moçambique rendeu 30,4 milhões de dólares, informou a empresa britânica em comunicado divulgado pelo Mercado Alternativo de Investimento da Bolsa de Valores de Londres.

A Gemfields, que detém 75% da Montepuez Ruby Mining Ltd, pertencendo os restantes 25% à empresa moçambicana Mwiriti, já efectuou sete leilões de rubis de Moçambique desde Junho de 2014, que proporcionaram uma receita de 225,7 milhões de dólares.

O director executivo, Ian Harebottle, manifestou-se muito satisfeito com os resultados do sétimo leilão de rubis de Montepuez da Gemfields, “apesar de alguns dos nossos clientes não poderem participar enquanto se ajustam às mudanças de política de desmonetização regional que se verifica nas últimas semanas”, numa alusão às alterações monetárias em curso na Índia.

A Gemfields afirma-se como o maior fornecedor mundial de pedras preciosas coloridas, tendo-se especializado em esmeraldas da Zâmbia e ametistas e, posteriormente, em rubis de Moçambique.

Fonte: Macauhub

Anúncios