image

O Presidente moçambicano disse hoje ter recebido como “uma grande notícia” a aprovação da Galp do plano de investimento de gás natural na bacia do Rovuma, onde integra um consórcio liderado pela italiana ENI.

“Foi uma grande notícia que iremos avaliar quando sairmos daqui”, declarou Filipe Nyusi, quando discursava no parlamento no discurso anual do Estado da nação.

Para o chefe de Estado, a aprovação do projecto “é mais uma prova da confiança que grandes empresas têm em Moçambique”.

A Galp aprovou o plano de investimento no projecto Coral Sul, na bacia do Rovuma, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp informa que “o seu conselho de administração aprovou o investimento na área de Coral Sul, o primeiro projecto de desenvolvimento relacionado com as descobertas realizadas na Área 4 na bacia do Rovuma, em Moçambique”.

A aprovação do investimento, refere a empresa, “constitui um marco relevante para a tomada da decisão final de investimento no projecto, a qual, além de requerer a conclusão e assinatura de toda a documentação relevante, está dependente da aprovação do projecto pelos restantes parceiros no consórcio, da conclusão do financiamento do projecto e da aprovação das condições relativas ao financiamento da participação correspondente à Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) por parte do Governo Moçambicano”.

A empresa lembra que em Outubro o consórcio assinou um acordo com a BP para a venda do volume total de GNL produzido pela FLNG de Coral Sul, por um período de 20 anos.

“Devido à dimensão e qualidade dos recursos na bacia do Rovuma, à sua localização e às potenciais economias de escala, é esperado que esta venha a desempenhar um papel fundamental na indústria do gás natural, bem como na transformação do contexto económico de Moçambique”, refere.

O anúncio da Galp segue-se à decisão, a 18 de Novembro, do Conselho de Administração da ENI de autorizar o investimento na primeira fase do desenvolvimento do projecto Coral Sul.

Fonte: Lusa

Anúncios