image

Trump em comício da Carolina do Norte – TIMOTHY A. CLARY / AFP

O FBI concorda com as conclusões da CIA sobre a intervenção russa nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, noticiou o “Washington Post”, isolando ainda mais o Presidente eleito, Donald Trump.

O apoio do FBI e da Direção Nacional de Informações (DNI) reforça fortemente a opinião da CIA, de que pessoas relacionadas com Moscovo forneceram à Wikileaks “emails” do antigo diretor de campanha de Hillary Clinton e do Partido Democrata, entre outros.

As principais agências dos Estados Unidos especializadas em pesquisa e informação representam agora uma frente unida ao concordarem que existiram manipulações pré-eleitorais russas.

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, disse domingo “não acreditar” na tese.

A Rússia considerou segunda-feira as acusações como “infundadas”.

Onte, Hillary Clinton acusou Moscovo e Vladimir Putin de serem parcialmente responsáveis pela sua derrota.

Anúncios