image

Patti Smith na cerimônia de premiação do Nobel em Estocolmo – (Pascal Le Segretain/Getty Images)

O rei Carlos Gustavo da Suécia entregou os prêmios Nobel neste sábado durante uma cerimônia na qual sentiu-se a ausência do laureado de Literatura, Bob Dylan. Dylan foi representado por Patti Smith, que cantou A Hard Rain’s A-Gonna Fall, canção da sua autoria.

Uma enorme ovação foi dedicada à cantora americana. No entanto, Patti interrompeu a canção numa ocasião e teve um pequeno tropeço uma segunda vez. “Sinto muito, estou nervosa”, disse a artista. Patti cantou a canção de Dylan acompanhada unicamente por um violão.

A diretora da Real Orquestra Filarmônica de Estocolmo, Marie Rosenmi, alertou o erro para a cantora. Ela pediu que a estrofe fosse retomada e recebeu o primeiro aplauso do auditório, entre os quais estavam a rainha Silvia e a princesa herdeira, Victoria, com o seu marido, o príncipe Daniel.

Depois, a cantora, embargada pela emoção, teve um segundo tropeço com a longa e complexa letra da canção de Dylan, mas soube repor-se para dar mais potência a sua voz enquanto alguns dos presentes não podiam reter as lágrimas.

O auditório dedicou-lhe uma enorme ovação ao finalizar uma música muito significativa na carreira de Dylan, composta em 1963, um hino da canção de protesto que foi escrito nos anos do medo perante uma possível guerra nuclear.

Patti conheceu pessoalmente o cantor na década de 70, quando ela começava a sobressair em Nova Iorque. Nessa época Bob já era uma estrela. Dylan convidou-a para abrir shows seus numa digressão na Costa Leste dos Estados Unidos.

A entrega dos prêmios Nobel acontece todos os anos no dia 10 dezembro numa dupla cerimônia. Em Oslo, para o da Paz, que este ano reconheceu o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e em Estocolmo para as categorias de Medicina, Física, Química, Literatura e Economia.

Fonte: EFE

Anúncios