A Polícia da República de Moçambique (PRM) capturou na segunda-feira um suspeito pelo homicídio de um cidadão português na semana passada em Maputo, informou hoje o porta-voz da corporação.

“Há fortes indícios do seu envolvimento naquele ato criminal e, neste momento, a polícia continua no encalço de mais dois indivíduos”, disse Orlando Modumane, porta-voz da PRM na cidade de Maputo, durante uma conferência de imprensa.

O suspeito, de 21 anos, trabalhava com a vítima há mais de um ano e a polícia apreendeu vários objetos que pertenciam ao empresário em sua posse, entre os quais um telemóvel.

“Acreditamos que existem autores morais”, afirmou o porta-voz da PRM, sem avançar ainda as causas do crime, apenas que as operações continuam.

De acordo com a polícia, a vítima morreu sufocada e o seu corpo foi encontrado amarrado numa banheira na sua residência, nos arredores cidade de Maputo.

O empresário português vivia em Moçambique há mais de oito anos.

Fonte: Lusa

Anúncios