image

A banda Achicunda, uma das beneficiárias da iniciativa

Será lançada este sábado, dia 26, na Cidade de Tete, a primeira edição do Projecto Kufupa, uma plataforma destinada a promover bandas locais de música ligeira e grupos de dança tradicional que não têm tido muitas oportunidades de mostrar o seu talento ao público.

O Projecto Kufupa vai divulgar não só o trabalho das bandas musicais e grupos de dança da Cidade de Tete e arredores mas também das províncias de Manica, Sofala e Zambézia. A médio prazo, o Projecto Kufupa trará a Tete artistas dos países vizinhos, nomeadamente, do Malawi, Zâmbia e Zimbabwe.

Segundo o escritor Daniel da Costa, coordenador da iniciativa, o lema do Kufupa será sempre o de buscar a originalidade onde quer que ela esteja, nas cidades ou no campo, dentro ou fora do País. Falando a jornalistas nas vésperas da sessão inaugural do evento, Daniel da Costa enfatizou que “as bandas com talento, os artistas criativos, não devem ser penalizados só porque não são conhecidos. Não faz sentido os artistas serem excluídos das agendas só porque andam de bicicleta ou de chapa. Só porque não têm instrumentos bonitos ou uma camisa de marca. É essa a mentalidade que o Projecto quer inverter.”

Os espectáculos do Kufupa terão lugar todos os sábados, a partir das 20h30, na Esplanada do Pende, no Bairro Chingodzi (vulgo Matema), na Cidade de Tete. A iniciativa tem o apoio do Emissor Provincial da Rádio Moçambique.

Anúncios