Policia_mocambiqueA Polícia moçambicana, na província de Manica, centro do país, resgatou um dirigente estatal de um povoado na zona de Mossurize, raptado há dias por homens armados da Renamo, disse hoje fonte da corporação.

Elsidia Filipe, porta-voz do comando da Polícia de Manica, disse que as Forças de Defesa e Segurança (FDS) efetuaram uma busca numa posição do braço armado da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), no povoado de Macu, em Chiquequete (Mossurize), tendo resgatado do cativeiro um líder local.

“No dia 1 de outubro, às 6:00 horas, as forças de defesa e segurança confrontaram-se com os homens armados em Macu, e do confronto não resultou nenhuma baixa dos dois lados”, tendo sido “resgatada uma pessoa das mãos dos homens armados da Renamo”, disse Elsidia Filipe, na habitual conferência de imprensa semanal do comando da Polícia de Manica.

A responsável, sem precisar a data do rapto e o tempo do cativeiro, explicou as forças de defesa e segurança, mediante denúncia popular, fizeram a operação de resgate com sucesso, continuando depois o trabalho para desativar os grupos militares do maior partido da oposição.

Ainda segundo a fonte, no dia anterior, o braço armado da Renamo emboscou a patrulha das FDS no povoado de Tchito, em Mavonde, no distrito de Manica, um incidente sem vítimas.

“A patrulha das FDS foi emboscada às 6:00 horas do dia 30 de setembro na zona de Tchito por quatro homens armados da Renamo”, e “dos confrontos não houve baixas, mas foi recuperada uma arma de fogo de fabrico caseiro das mãos dos homens da Renamo”, referiu Elsidia Filipe.

A região centro de Moçambique tem sido palco de confrontos entre o braço armado do principal partido de oposição e as FDS, além de denúncias mútuas de raptos e assassínios de dirigentes políticos da Renamo e da Frelimo.

Fonte: Lusa

Anúncios