O grupo francês Total vai investir 50 milhões de dólares em Moçambique com a expectativa de atingir uma quota de mercado de 30% até finais de 2017, disse o director-geral do grupo para Moçambique.

O grupo, que na quinta-feira inaugurou uma estação de serviço no bairro periférico de Magoanine, em Maputo, pretende dispor de 60 estações até ao final de 2017, contra as actuais 43, adiantou Joseph Kouamé, citado pela agência noticiosa AIM.

Kouamé disse que a carteira de projectos na área de distribuição de combustíveis em Moçambique é bastante ambiciosa e garantiu que o grupo pretende consolidar a sua presença no mercado moçambicano.

Dados constantes na página electrónica da Total Moçambique informam que a empresa está presente com estações de serviço em todo o país, sendo que mais de metade está concentrada na região de Maputo e Matola.

Fonte: Macauhub/MZ

Anúncios