O embaixador dos Estados Unidos em Maputo defendeu o cessar-fogo imediato em Moçambique como condição para que as negociações entre o Governo e a Renamo cheguem a bom termo.

“É necessário que as duas partes restabeleçam a confiança”, disse Dean Pittman à margem da cerimónia de reconhecimento da investigadora cabo-verdiana radicada em Maputo Maria Andrade, distinguida recentemente com o Prémio Mundial da Alimentação 2016.

Pittman reiterou que o país “precisa de paz para falar”.

Nesta quarta-feira, 27, o chefe da equipa de mediadores internacionais Mário Rafaelli anunciou que devido a posições divergentes do Governo e da Renamo as negociações entre as duas partes foram suspensas por 10 dias.

Rafaelli disse esperar que as partes regressam com posições concretas à mesa de negociações.

Fonte: VOA (Voz da América)

Anúncios