image

Hamza Bin Laden rodeado de homens armados enquanto recita um poema exaltando Cabul e Mullah Mohammad Omar(Al-Jazeera/AFP)

O filho do antigo chefe da Al Qaeda Osama bin Laden ameaçou se vingar dos Estados Unidos pela morte do seu pai, num áudio de 21 minutos publicado na internet. A mensagem de Hamza bin Laden, intitulada “Somos todos Osama”, parece ser uma tentativa da organização extremista de retomar forças, após anos de decadência e do crescimento de grupos rivais, como o Estado Islâmico (EI).

De acordo com o SITE Intelligence Group, que acompanha a atividade de grupos jihadistas on-line, Hamza disse que uma “vingança da nação islâmica” não seria em nome da “pessoa Osama, mas de todos que apoiam o Islão”. “Nós vamos continuar atingindo e mirando vocês [americanos] no seu país e fora dele em resposta à opressão de pessoas na Palestina, Afeganistão, Síria, Iraque, Iêmen, Somália e outras terras muçulmanas”, declarou.

Osama bin Laden foi morto no seu esconderijo no Paquistão por soldados americanos em 2011, durante uma investida contra o grupo terrorista que organizou os ataques de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. Hamza, que tem cerca de 20 anos, estava ao lado do seu pai no Afeganistão antes dos atentados de 2001 e passou um tempo com ele no Paquistão, quando a invasão americana ao território afegão fez com que diversas figuras da Al Qaeda se deslocassem para o país vizinho.

Apresentado ao mundo pelo novo chefe da organização, Ayman al -Zawahiri, durante um comunicado no ano passado, Hamza tenta ‘renovar’ o grupo terrorista, cujos representantes têm lutado para atrair novos jihadistas. O paradeiro do filho de Bin Laden é atualmente desconhecido.

Anúncios