Renamo_guerrilha_mataHomens armados da Renam atacaram na madrugada de hoje a sede da localidade de Banga, no distrito de Tsangano, província de Tete, informaram as autoridades locais, citadas pela Rádio Moçambique.

De acordo com o comandante provincial da Polícia da República de Moçambique em Tete, Fabião Pedro Nhancololo, o grupo invadiu a residência do chefe da localidade de Banga e as instalações do registo civil, além de roubar todos os medicamentos do posto de saúde. A Rádio Moçambique avança que houve vítimas mortais, mas o número ainda é desconhecido.

As autoridades moçambicanas dizem que a segurança foi reforçada no local e decorrem operações para a captura dos autores do ataque. Moçambique tem conhecido nos últimos meses um agravamento dos confrontos entre as forças de defesa e segurança e o braço armado da Renamo, além de acusações mútuas de raptos e assassínios de militantes dos dois lados.

O Governo moçambicano e a Renamo retomaram em finais de maio as negociações em torno da crise política e militar em Moçambique, após o principal partido de oposição ter abandonado em finais de 2015 o diálogo com o executivo, alegando falta de progressos no processo negocial.

O principal partido de oposição recusa-se a aceitar os resultados das eleições gerais de 2014, ameaçando governar em seis províncias onde reivindica vitória eleitoral.

Anúncios