moçambicanos vão passar a ter acesso, reciprocamente, a vistos ordinários com validade de até três meses por semestre e múltiplas entradas, emitidos num prazo de cinco dias.

Em causa está o acordo de facilitação de vistos em passaportes ordinários assinado pelos governos de Angola e Moçambique em fevereiro de 2016 e promulgado por decreto presidencial de 30 de maio, ao qual a Lusa teve hoje acesso.

A medida, lê-se no preâmbulo do acordo, que entrou em vigor na mesma data, surge pela “necessidade” de “promover e facilitar a circulação dos respetivos nacionais nos territórios de ambos os estados”, bem como de “eliminar barreiras no desenvolvimento das atividades das empresas e do investimento”.

Fonte: Lusa

Anúncios