Jacinto_veloso_jose_manteigas_dialogo

Jacinto Veloso, membro do Conselho de Estado e Segurança, e José Manteigas, Deputado da Renamo

O Presidente da República, Filipe Nyusi, convocou para esta Quarta-feira a reunião das equipas que constituem a Comissão Mista de preparação dos termos de referência para a retomada do diálogo político, interrompido em Agosto de 2015, quando a Renamo, o maior partido da oposição no país, decidiu abandonar.

Um comunicado da Presidência da República hoje emitido diz que Nyusi enviou ainda hoje ao líder da Renamo, Afonso Dhlakama, a indicação da data do encontro da Comissão Mista, que deverá acontecer no edifício do secretariado do Conselho Nacional de Defesa e Segurança.

A nota afirma que a resposta do estadista mocambicano “surge em resposta à nota enviada ao Gabinete da Presidência da República, datada de 19 de Maio de 2016, indicando os quadros daquela formação política (Renamo) para a constituição da referida comissão”.

Nos principios de Março do corrente ano, o governo anunciou a constituição de uma equipe com a missão de preparar um encontro entre Nyusi e Dhlakama, tendo convidado a Renamo a fazer o mesmo.

Porém, Dhlakama teimava em insistir numa série de pré-condições, entre as quais a presença de mediadores internacionais, incluindo a Igreja Católica, a União Europeia e o Presidente sul-africano, Jacob Zuma.

O governo, contudo, vincou que não havia a necessidade da presença de mediadores estrangeiros num diferendo que apenas envolve moçambicanos.

Na semana passada, Dhlakama decidiu finalmente retirar as pré-condições, anunciando uma equipe composta por três deputados da Renamo, nomeadamente José Manteigas, Eduardo Namburete e André Magibire.

A equipa nomeada pelo governo integra Jacinto Veloso, membro do Conselho Nacional de Defesa e Segurança; Maria Benvinda Levi, conselheira do Presidente da República, e Alves Muteque, quadro da Presidência.

Fonte: AIM

Anúncios