Dois cidadãos de nacionalidade portuguesa encontram-se detidos numa das celas do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) na Zambézia, acusados de falsificação de documentos por tentarem obter Bilhetes de Identidade moçambicanos falsos.

Os indiciados, cujas identidades não foram reveladas, foram surpreendidos ao longo da semana passada, naquela província, local onde pretendiam obter os referidos documentos.

A dupla faz parte de 29 casos registados pelas autoridades de tentativa de obtenção de Bilhetes de Identidade, envolvendo cidadãos de origem malawiana, tanzaniana e zimbweana. A maioria destes casos foram registados na província de Zambézia.

Os dados foram tornados públicos pela Direção Nacional de Identificação Civil (DINIC) na voz do seu porta-voz Alberto Sumbane, que fez saber ainda que só na semana passada foram registados 44 casos de falsificação de certidões de nascimento.

A província de Zambézia, de acordo com Sumbane, foi a que mais casos registou, num total de 39, seguida da província de Maputo, com três casos, e outros dois foram registados na cidade de Maputo.

O responsável disse ainda que no período em alusão foram registados 52 casos de duplicação de registos, dos quais 50 na província de Zambézia e dois na província de Gaza.

Fonte: abola.pt

Anúncios